IAS participa de mobilização de enfrentamento à crise hídrica no Brasil
title_green_line_60px

IAS participa de mobilização de enfrentamento à crise hídrica no Brasil

O presente chamado à ação é uma iniciativa de várias organizações e movimentos. A partir desta articulação, a Aliança pela Água, coalizão da sociedade civil criada em outubro de 2014, passa a ser uma plataforma de diálogo e mobilização da sociedade para enfrentamento da crise hídrica 2021-22.

É alarmante a situação da atual crise hídrica no país. A produção e o abastecimento de alimentos em diversas regiões estão ameaçados, há riscos de apagões elétricos e eventos climáticos têm estampado matérias de jornais constantemente. Além disso, o cenário da pandemia da Covid-19 escancarou a situação de desabastecimento que algumas populações já vivenciam. No momento em que precisamos do básico, que é lavar as mãos, falta água em muitas comunidades. Dessa forma, o IAS afirma, junto à outras instituições, o compromisso frente à mobilização de enfrentamento à crise hídrica.

É urgente a união de organizações, movimentos sociais e exigir os dados de forma nítida dos governos federal, estaduais e municipais para que a população saiba o que está prestes a acontecer se não forem tomadas as providências em breve. Muitos problemas são ocasionados por má gestão, ademais, não há transparência na divulgação de informações sobre a crise para a sociedade.

Os aprendizados de crises anteriores precisam ser colocados em prática: não minimizar o problema, tomar decisões com base na ciência, agir de forma preventiva, transparente e com antecedência.  Os próximos meses serão decisivos para evitar um cenário mais grave em 2022. Nesse contexto, para o  Instituto Água e Saneamento (IAS) é fundamental  a participação  de movimentos sociais, comitês e organizações da sociedade civil neste Chamado à Ação. Veja as propostas:

  • Mobilizar os Sistemas Nacional e Estaduais de Gerenciamento de Recursos Hídricos para começarem a discutir imediatamente ações preventivas e planos de enfrentamento a eventuais restrições de usos da água;
  • Instar a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) para iniciar o debate e publicar o quanto antes a “Norma de referência sobre medidas de emergência e contingência, inclusive racionamento”, que trará diretrizes para a atuação de titulares de serviços, reguladores, prestadores e consumidores de água sobre as medidas que precisam ser adotadas desde já;
  • Mobilizar os Sistemas Nacional e Estaduais de Gerenciamento de Recursos Hídricos para começarem a discutir imediatamente ações preventivas e planos de enfrentamento a eventuais restrições de usos da água;
  • Instar a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) para iniciar o debate e publicar o quanto antes a “Norma de referência sobre medidas de emergência e contingência, inclusive racionamento”, que trará diretrizes para a atuação de titulares de serviços, reguladores, prestadores e consumidores de água sobre as medidas que precisam ser adotadas desde já;

O IAS se junta ao Chamado à Ação com o objetivo de que seja priorizado e garantido o abastecimento de água para a população brasileira. Demais organizações e movimentos, juntem-se ao “Chamado à ação! Enfrentamento da crise hídrica 2021-22″!

A iniciativa foi idealizada pelo Instituto Água e Saneamento, em conjunto com Abraço Guarapiranga, Fórum Verde Permanente de Parques, Praças e Áreas Verdes Grupo de Pesquisa GovAmb/IEE/USP, Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Instituto Ekos, Instituto de Referência Negra Peregum, Observatório das Águas (OGA), Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento (ONDAS) e Uneafro Brasil.

Leia e assine  o Chamado à Ação

#EmApoioàAliançaPelaÁgua

IAS participa de mobilização de enfrentamento à crise hídrica no Brasil